Relação positiva entre médico paciente

Nossa história

Samaritano Botafogo: 70 anos de tradição, experiência e inovação

O Hospital Samaritano Botafogo é reconhecido desde 1950 pelo atendimento de excelência, que é personalizado, ético e humanizado desde a recepção até a alta hospitalar. Seu corpo clínico é formado por médicos que, não raro, indicam e recomendam o Samaritano Botafogo a seus já cativos pacientes. O que vai fortalecendo uma relação de confiança passada de geração em geração.  

Os profissionais de atendimento e enfermagem são experientes e dedicados, que reconhecem seus pacientes pelo nome e tornam a equipe do hospital uma grande família.  

A sólida reputação da instituição também foi construída a partir da modernização permanente de sua assistência, abrangendo investimentos em equipamentos e tecnologias de última geração, ampliação e reforma de instalações e constante treinamento e capacitação de seus profissionais. 

 

Linha do tempo

1949

1949

A história do Samaritano Botafogo começa em uma pequena casa de saúde no Rio de Janeiro com 29 leitos, duas salas para atendimento obstétrico, quatro salas cirúrgicas e maternidade.

1971

1971

A unidade é comprada por um grupo de médicos liderados pelos Doutores Adherbal Maia e Luiz Eurico Ferreira, com o objetivo de construir um hospital de excelência na cidade.

1980

1980

O Samaritano Botafogo torna-se uma referência em medicina no Rio de Janeiro e decide dar foco ao atendimento de pacientes de alta complexidade. As atividades de maternidade são encerradas.

1998

1998

O hospital fortalece sua atuação em medicina cardíaca com a inauguração das unidades de emergência, coronariana, hemodinâmica e de medicina nuclear.

1999

1999

O hospital moderniza suas instalações para oferecer melhor assistência aos pacientes graves, com uma grande obra que coloca as unidades coronariana, intermediária e o Centro de Terapia Intensiva no mesmo pavimento e com a reforma de um andar inteiro de apartamentos, preparando leitos para tratamento de obesos mórbidos, paraplégicos e pacientes de radioterapia.

2000

2000

É criado o Centro de Estudos do Samaritano Botafogo, um importante espaço de intercâmbio de experiências, formação e atualização profissional.

2001

2001

O Samaritano Botafogo recebe o Prêmio Desempenho pelo Instituto Miguel Calmon, reconhecimento que se repete nos quatro anos seguintes.

2002

2002

1. Uma pesquisa interna mostra que 27% dos colaboradores do Samaritano Botafogo tinham entre 10 e 30 anos de casa. Um dos destaques, a enfermeira Rita Ramos da Silva é homenageada por seus 45 anos de trabalho na instituição. 2. O Dr. Amarino Oliveira é homenageado como Médico do Ano pela Sociedade Brasileira de Medicina e Cirurgia (SBMC). 3. O hospital é ampliado e modernizado com o aluguel de imóveis próximos, reforma do centro cirúrgico e instalação de novos equipamentos para a realização de exames angiológicos na unidade e novas instalações de hemoterapia e ultrassonografia intracoronariana.

2003

2003

O hospital inaugura o serviço de neurofisiologia e amplia a unidade de emergência e o centro cirúrgico, com renovação completa de cinco salas cirúrgicas.

2004

2004

1. O hospital conta com o mais moderno equipamento de PET-CT em funcionamento na cidade do Rio de Janeiro, principalmente para diagnóstico e tratamento de lesões tumorais. 2. A unidade coronariana é ampliada e passa a ter 27 leitos. 3. É criado o serviço de ritmologia.

2005

2005

1. Inauguração do laboratório de análises clínicas. 2. Aquisição de equipamento de ponta em tomografia computadorizada especialmente para o estudo coronário; e criação da Unidade Coronariana 3, com mais sete leitos.

2006

2006

Compra de mais duas casas nas vizinhanças do hospital e início de obras de ampliação.

2007

2007

1. Inauguração da Biblioteca Stanislau Kaplan no Centro de Estudos do Hospital Samaritano Botafogo, com um extenso acervo de livros médicos e de literatura nacional e estrangeira, periódicos e materiais audiovisuais. Seu nome é uma homenagem ao Dr. Kaplan (1919-2013), brilhante clínico geral e bibliófilo. 2. Inauguração do Centro de Treinamento Médico Multidisciplinar. 3. Criação do serviço de mamografia de alta resolução e radiologia mamária intervencionista.

2008

2008

1. Inaugurado o edifício-garagem com cerca de 100 vagas de estacionamento, para maior conforto dos médicos que atuam no hospital. 2. Construção de novo prédio para ampliação de leitos e compra de outros dois imóveis próximos ao hospital.

2011

2011

1. O Centro de Terapia Intensiva completa 25 anos de fundação. 2. O Centro de Estudos passa a se chamar “Centro de Estudos Amarino de Oliveira”, em homenagem ao seu fundador e diretor médico da instituição.

2012

2012

1. É inaugurada a nova unidade de emergência, com diferenciais como sala de trauma para realização de atendimentos de alta complexidade e espaço isolado para patologias de alto risco de contágio. 2. A unidade coronariana é reformada, ampliada e equipada com um moderno equipamento para monitorização do paciente, com armazenamento e recuperação eficiente e segura de dados.

2013

2013

1. O Samaritano Botafogo inaugura o centro de cirurgia robótica e é o primeiro hospital privado do Rio de Janeiro a ter esta estrutura. 2. A instituição ganha um novo CTI, reestruturado e com tecnologia de ponta, e CTI Pós-Operatório, com dez leitos, o mesmo aparato tecnológico.

2014

2014

1. Inauguração do novo centro cirúrgico, equipado com tecnologia inteligente, e do Espaço Médico, área reservada e aconchegante, exclusiva para os momentos de descanso e interação dos profissionais do corpo clínico. 2. Expansão das terapias intensivas: Unidade Coronariana e Centro de Terapia Intensiva.

2016

2016

O Samaritano Botafogo recebe a certificação JCI, concedida pelo Joint Commission International, um dos maiores órgãos de acreditação hospitalar do mundo, que atesta o alto padrão de qualidade e segurança da instituição.

2018

2018

1. Inauguração da unidade do Americas Centro de Oncologia Integrado do Hospital Samaritano Botafogo, com quase mil metros quadrados, incluindo centro de infusão em quimioterapia, novos consultórios e apartamentos dedicados ao acompanhamento pós-operatório e cuidados em onco-hematologia. 2. Entre os diferenciais da unidade, destacam-se o parque tecnológico de última geração, com a versão Xi do robô Da Vinci, destinada a procedimentos cirúrgicos em robótica, além de emergência oncológica 24 horas.

2019

2019

1. Conquista de quatro certificações de excelência em urologia, cirurgia robótica, cirurgia robótica especializada em anestesia e cirurgia minimamente invasiva, concedidas pela Surgical Review Corporation, organização acreditadora independente, com sede nos Estados Unidos, reconhecida mundialmente por avaliações de padrão de qualidade e segurança em cuidados cirúrgicos. 2. O alto padrão de qualidade e segurança da instituição é novamente reconhecido pelo Joint Commission International, um dos maiores órgãos de acreditação hospitalar do mundo, com a conquista da nova certificação JCI.

CENTRAL DE CONTEÚDO GRUPO AMERICAS

Informação é mais saúde