braço robótico de última geração

Cirurgia Robótica

Modernidade, experiência e segurança

O Centro de Cirurgia Robótica do Samaritano Botafogo oferece uma combinação perfeita entre modernidade, experiência e segurança. Ao adquirir em 2012 o Robô Cirúrgico Da Vinci Xi, considerado o mais moderno do mundo, se tornou pioneiro na inovação hospitalar no Rio de Janeiro. 

Com o aparelho, o cirurgião usa um “joystick” e tem seus movimentos de mãos e pulsos reproduzidos pelos quatro braços de alta precisão de um robô, que também transmite imagens em 3D de dentro do corpo do paciente. As imagens são ampliadas em dez vezes para o cirurgião, que trabalha de forma ainda mais precisa e realiza manobras delicadas que não seriam possíveis com os instrumentos tradicionais. O uso da tecnologia minimiza o trauma e a dor na região, a perda de sangue e a necessidade de transfusões, além de agilizar a recuperação no pós-operatório. 

Outro diferencial é o time de especialistas do centro, formado por 15 cirurgiões altamente capacitados por meio de um programa observacional de casos em cirurgia robótica Florida Hospital, nos EUA, sob coordenação do Dr. Vipul Patel, diretor do Global Robotics Institute, uma das maiores referências nesta tecnologia no mundo. 

Certificações internacionais - O hospital foi o primeiro da América Latina a receber os quatro selos em robótica pela Surgical Review Corporation – como Centro de Excelência em Cirurgia Robótica, Urologia, Anestesia Especializada e Cirurgia Minimamente Invasiva. A conquista desses selos reconhece o atendimento seguro e de alta qualidade oferecido em nossa unidade. Ao receber o aval, o Samaritano Botafogo entra na restrita lista de instituições de saúde que atenderam a padrões internacionais de segurança e qualidade em cirurgias robóticas de alta complexidade.
 
 

Benefícios da Cirurgia Robótica

Maior precisão cirúrgica

O robô consegue fazer manobras delicadas que não seriam possíveis com instrumentos tradicionais.  


Recuperação melhor e mais rápida

Diminui o trauma na região e agiliza a recuperação do pós-operatório. 


Menor taxa de riscos

Diminuição de perdas sanguíneas e da necessidade de transfusões. 


Volte logo pra casa

Menor tempo de permanência no hospital e maior possibilidade de retornar mais rápido às atividades diárias.


Especialidades atendidas

Urologia

As intervenções urológicas correspondem a 85% dos procedimentos realizados no Centro de Cirurgia Robótica do Samaritano. Conheça os principais: 

  • Prostatectomia radical: principal cirurgia nos casos de câncer de próstata para retirada de toda a glândula e alguns tecidos próximos, como as vesículas seminais. 

  • Nefrectomia parcial ou total: cirurgia realizada nos casos de câncer nos rins que varia de parcial a total, de acordo com o tipo e localização do tumor, entre outros fatores. 

  • Pieloplastia: correção de uma obstrução na saída do rim, muitas vezes congênita, para permitir o fluxo contínuo da urina. 

  • Adrenalectomia: remoção das glândulas suprarrenais, também denominadas adrenais, quando há tumor ou crescimento de massa desconhecida na glândula. 

  • Cistectomia: retirada parcial ou total da bexiga, dos gânglios linfáticos e de outros órgãos próximos, dependendo da extensão do tumor. 

Ginecologia

Os casos em que a robótica pode ser aplicada na ginecologia são: 

Casos Benignos 

  • Histerectomias, ou retirada do útero, é uma das cirurgias mais realizadas no mundo para o tratamento de patologias ginecológicas. 

  • Miomectomias, ou retirada de mioma, é com reconstrução e preservação uterina. 

  • Reanostomose tubária, ou recanalização após laqueadura tubária. 

Casos Benignos Complexos 

  • Endometriose e endometriose profunda. 

Patologias Malignas (Câncer Ginecológico) 

  • Tratamento do câncer de colo uterino. 

  • Tratamento do câncer de endométrio. 

  • Preservação de fertilidade em tumores de colo uterino inicial. 

  • Linfadenectomias, ou retirada dos linfonodos. 

Cirurgias Bariátricas

As cirurgias bariátricas feitas pelos cirurgiões do Centro de Robótica do Samaritano são: 

Restritivas: diminuem a ingestão de alimentos pela redução do tamanho ou da capacidade do estômago. 

  • Balão intragástrico: preenche a cavidade gástrica para diminuir a capacidade de armazenamento. Geralmente usado para pró-operatório de pacientes super obesos (IMC maior que 60). 

  • Gastrectomia vertical: é retirada da grande curvatura do estômago, deixando um pequeno tubo para armazenar alimento. Também pode ser usada como primeira etapa em super obesos. 

Disabsortivas: diminuem o contato com alimento com o tubo gastrointestinal. 

  • Derivação biliopancreática ou cirurgia de Scopinaro é além de reduzir o tamanho do estômago, modifica a anatomia do intestino delgado para diminuir a absorção de calorias e nutrientes ingeridos em excesso. 

  • Derivação biliopancreática duodenal à indicada apenas para super obesos, retira parte do estômago de forma vertical preservando o piloro (válvula de saída). 

Mistas: associam cirurgias restritivas e disabsortivas. A técnica mista realizada no Centro de Robótica do Samaritano Botafogo é a gastroplastia redutora em Y de Rouxa, em que uma pequena bolsa gástrica é usada para reconstrução do trato alimentar. É considerada padrão ouro da cirurgia da obesidade mórbida e a mais realizada no Brasil e nos Estados Unidos. 

 

Cabeça e pescoço

As cirurgias mais comumente realizadas pela especialidade são as tireoidectomias, traqueostomias, cirurgias de glândulas salivares (parótida, submandibular), tumores da boca e da laringe. 

Torácica

A cirurgia torácica é indicada para o tratamento de doenças pulmonares, das vias aéreas e das pleuras, deformidades do tórax e tumores do mediastino (espaço entre os dois pulmões). 

Cirurgia Geral

A robótica tem sido cada vez mais utilizada em cirurgia geral para as grandes intervenções no tubo digestivo, tanto nos casos de doenças benignas como malignas. As indicações da cirurgia robótica para doenças benignas incluem as volumosas hérnias de hiato do esôfago, a acalasia do esôfago e as hérnias da parede abdominal (inguinal bilateral ou volumosas incisionais ventrais e laterais), entre outras. 

Como o robô permite agregar tecnologias, como a utilização de um marcador fluorescente para a identificação de gânglios comprometidos, as indicações para doenças malignas também vêm sendo ampliadas para casos de câncer de esôfago, câncer de estômago, câncer do intestino grosso e, principalmente, o câncer do reto (pela dificuldade de realização da cirurgia tanto convencional como pelo acesso laparoscópico), além dos tumores dos órgãos sólidos como pâncreas, baço e suprarrenal. 

Cirurgia Colorretal

A cirurgia robótica é indicada no tratamento do câncer do reto, com benefícios de preservação dos nervos, proporcionando melhores resultados funcionais urinários e sexuais. A indicação da tecnologia minimamente invasiva é primordial nos pacientes do sexo masculino e nos pacientes obesos que tenham sido tratados com quimiorradioterapia. A cirurgia robótica colorretal também tem ótimos resultados no tratamento do prolapso retal completo e da endometriose retal. 

Anestesiologia

O grupo de anestesiologia é formado por profissionais com vasta experiência em cirurgias de grande porte, tanto urológicas quanto bariátricas, ginecológicas e colorretais. 

central de conteúdo grupo americas

Informação é mais saúde